CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

quarta-feira, 28 de março de 2018

Conselho do Hospital empossa Rafael Gracioli para mais 2 anos como Provedor. Diretoria eleita também tomou posse



O Egrégio Conselho do Hospital São Salvador, órgão soberano do Hospital São Salvador, deu posse ao Médico Rafael Boubee Gracioli da Silva no quarto mandato de Provedor da Instituição. Foi a primeira vez que um Provedor é reeleito por mais de 2 vezes consecutivas. A eleição, ocorrida em 5 de dezembro de 2017, só foi possível pois, em reconhecimento ao trabalho impecável de Dr. Rafael como Provedor do Hospital, o Conselho alterou o Estatuto e extinguiu o limite de 1 mandado e duas reeleições. Rafael que não desejava prosseguir na Provedoria por entender que já havia colaborado com a Instituição acabou cedendo aos apelos do Conselho e se candidatou. A chapa emcabecada por Dr. Rafael em dezembro foi única e eleita por UNANIMIDADE. Hoje, 28 de março aconteceu a posse para o mandato que vai até 27 de março de 2020. 
ASSEMBLÉIA GERAL DE POSSE

A Assembléia teve início as 19:30 horas e foi Presidida pelo Provedor Rafael Gracioli. O Diretor Secretário, Jornalista Dauro Machado, também reeleito na chapa do atual Provedor para mais 2 anos no cargo fez a leitura da Ata da Assembléia anterior que achada conforme foi aprovada pelo Conselho. Em seguida foi constatada a vacância no cargo de Vice Provedor e o Provedor indicou o nome da Fisioterapeuta e Conselheira Luciana Souza Cunha para o cargo. Consultado os Conselheiros por unanimidade concordaram e formalizaram a indicação. Durante sua fala, o Provedor fez um relato aos Conselheiros da gestão durante o ano passado e falou das questões inerentes ao ano em curso. Não houve questionamentos e o Conselho concordou com as ponderações a explicações do Provedor. Em seguida  o Diretor Primeiro Secretário fez a leitura do Termo de Posse e a Diretoria sob aplausos do Conselho foi então empossada para o biênio março de 2018 a março de 2020.
RETORNO DE BETHÂNIA
Em nome do Conselho o Diretor Secretário Dauro Machado fez uso da palavra para saudar o retorno de Bethânia Reis de Souza Gracioli ao cargo de Administradora do Hospital. Em sua fala o Secretário falou da satisfação dos Conselheiros e Funcionários da Instituição com o mencionado retorno e que o Hospital São Salvador é a "casa" de Bethânia e que ali é seu lugar. Novamente o Conselho se manifestou através de aplausos.
CORAJOSO E COMPETENTE
O Provedor do Hospital São Salvador hoje empossado para novo mandato é portanto "cabeça" do Conselho e da Diretoria com ele eleita. É um jovem médico de 41 anos, Pneumologista e Intensivista. Suas qualidades profissionais fazem dele um dos melhores profissionais da recente história da medicina de Além Paraíba. Como Provedor é uma pessoa com idéias modernas, com desejo de modernizar e melhorar a cada dia a instituição fundada há mais de 100 anos por Dr. Paulo Fonseca. É uma pessoa com opiniões fortes, arrojado e competente. Sua coragem de defender os interesses do Hospital é reconhecida pela população e pelos Conselheiros. Sempre que precisa ele está pronto a sair em defesa do Hospital, doa a quem doer.
PRÉDIO RECUPERADO. NOVA FACHADA

Apesar das dificuldades financeiras que enfrenta, o Hospital São Salvador vem aplicando os recursos da melhor maneira possível. Aos poucos, com os recursos que sobravam mês a mês a instituição foi adquirindo tintas e todo a fachada externa do prédio principal e anexos vem sendo pintada. A maior parte da pintura foi concluída e executada por mão de obra própria do Hospital. O interior da Instituição também está com a maioria das dependências em excelente estado de conservação. O Hospital voltou a ter as cores originais de sua fundação. Foram instalados também focos de led que a noite iluminam a suntuosa construção. Do alto da Alameda Paulo Fonseca o Hospital pode ser visto por todos e como um ponto de referência para os Alem-paraibanos está como que a olhar para a cidade, sempre pronto a servir da melhor maneira possível seus cidadãos.
SALÃO NOBRE - O SALÃO DO CONSELHO - O SALÃO DOS PROVEDORES

O Salão Nobre, localizado na frente do segundo andar do prédio principal (o primeiro prédio que remonta a inauguração do Hospital também passou por reformas. Graças a doações de empresas e pessoas a escada de acesso ao salão foi recuperada e o interior do espaço  foi restaurado. A Galeria de Fotos do ex Provedores foi concluída com os retratos que todos que já estiveram na Provedoria, de Paulo Fonseca a Rafael Gracioli. Um belo lustre doado pela JM Eletrofer decora e ilumina o Salão onde os Conselheiros, Diretores e Provedores deliberam soberanamente sobre os destinos da Instituição, indispensável à gente Alem-paraibana.
A CHAPA EMPOSSADA
A chapa empossada no dia 28 de março de 2018 ficou assim composta: Provedor: Rafael Boubee Gracioli da Silva - Vice Provedor: Luciana de Souza Cunha - Diretori 1º Secretário: Dauro Garcia Machado - Diretor 2º Secretário: Mara Caçador Cerqueira - Tesoureiro: Robens Monteiro. Conselho Fiscal Titulares: Mauricio Santiago do Couto, Fernando Silva Ferreira e Vilma Cerqueira Zamboni Conselho Fiscal Suplentes: Djalma Pinheiro de Souza, Luiz Fernando Schettini e José Eduardo Lamóglia Delphino.

F O T O S
O Provedor Rafael ao centro ladeado pela Vice Provedora Luciana
e pelo Diretor Secretário, Dauro Machado

A vice Provedora Luciana agradecendo a confiança dos Conselheiros
e retirando a confiança na gestão do Provedor
Com mão de obra própria o prédio histórico do
Hospital foi pintado assim como os anexos e os
centenários entalhes foram recuperados.
O Tesoureiro Robens Monteiro, a Vice Provedora Luciana e o
Provedor Rafael Gracioli



segunda-feira, 26 de março de 2018

Semana Santa começou ontem nas Igrejas Católicas de Além Paraíba

A Semana Santa teve início no dia 26 de março com o Domingo de Ramos e terminará no dia 1º de Abril com o domingo de Páscoa. Tanto as Paróquias da Consolação (foto) e de São José realizaram procissões e Missas de benção de ramos pela manhã e missas à noite. Na Matriz da Consolação, o Padre Antonio Marcio de Queiroz celebrou sua quinta missa do dia, as 19:30. As igrejas estiveram cheias e assim devem ficar durante toda a semana. Na terça feira, 27 de março ocorre a tradicional procissão do encontro quando as imagens do Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores, vindas de Vila Caxias e São José se encontram no pátio da Igreja São Geraldo onde ocorre o sermão do encontro que será feito pelo Padre Tadeu, da Paróquia de São José. Na quinta feira, em ambas as Paróquias acontece a solenidade do Lava Pés e instituição da Eucaristia. Na sexta feira tem a adoração da Cruz as 15 horas e após a procissão do Senhor morto. No sábado acontecem Missas de vigília da Páscoa e no domingo procissão e Missa da Ressurreição do Senhor.

Justiça autoriza Prefeitura a retirar peças de decoração da fachada do Poro Fino Shopping que estão colocando em risco os pedestres

Depois de inúmeras tentativas amigáveis juntos aos condôminos do Porto Fino Shopping para que fossem retiradas as placas de metal afixadas na fachada do prédio abandonado no centro da cidade, a Prefeitura viu-se obrigada a ingressar na Justiça. Os condôminos ignoraram o pedido da Prefeitura e nenhuma providência tomaram. As placas enferrujadas apresentam risco de queda e se isso acontecer uma tragédia poderia afetar os pedestres já que o local é de grande movimento e foi um ponto de ônibus. A Justiça atendeu o pedido da Prefeitura e autorizou que a mesma faça a retirada das placas. Segundo o Procurador Geral do Município, Fernando Ferreira, o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior determinou que a Secretaria de Obras e Serviços proceda com a retirada das peças o quanto antes. Assim que as peças forem retiradas, a Prefeitura deve interditar a parte externa (marquise) do Shopping e permitir que o ponto de ônibus retorne ao local, como deseja a população.

domingo, 25 de março de 2018

Prefeitura realiza até 28 de março a Semana de Angustura, nos termos em que a Lei exige

A Prefeitura Municipal de Além Paraíba está realizando até dia 28 de março a Semana de Angustura. Amanhã, 25  de março, a Câmara realiza sua Sessão ordinária no Distrito. A Semana de Angustura foi instituída por Lei Municipal que determina uma série de ações e procedimentos por parte dos Poderes Executivo e Legislativo. Antes da atual gestão, o evento não era realizado nos termos previstos pela Lei e apenas a Câmara fazia lá sua sessão anual. Desde que assumiu a Administração, o Prefeito Miguel Belmiro tem dado atenção especial ao histórico primeiro Distrito de Angustura. Desde o ano passado vários eventos são culturais, de lazer e esportivos são realizados durante a Semana de Angustura além de todo o Gabinete do Prefeito e Secretarias serem para lá deslocados. O Prefeito e seus Secretários despacham em Angustura e atendem a população. Clique no folder abaixo para conhecer a íntegra da programação da Semana de Angustura.


Prefeitura realiza obra para instalação ainda esse ano do Corpo de Bombeiros

Um dos mais antigos desejos do povo de Além Paraíba está se tornando realidade através do esforço do Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior. A Prefeitura está realizando obras de adequação da antiga escola Arthur de Figueiredo Côrtes, no bairro "São João" para abrigar o Quartel do Corpo de Bombeiros. A unidade deverá entrar em operação ainda esse ano. A Prefeitura além de estar adequando o prédio realizou processo licitatório para compra dos equipamentos necessários para os trabalhos do corpo de bombeiros. Com a vinda da guarnição Além Paraíba passará para um novo patamar entre as cidades da região. Atualmente quando acontecem ocorrências que dependam dos bombeiros, a cidade que não tem a guarnição depende da vinda de bombeiros de outras cidades. O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior detectou ainda em sua campanha que essa era uma necessidade e um desejo da população e assim não mediu esforços para em parceria com o Estado de Minas Gerais tornar esse desejo em realidade.

quinta-feira, 22 de março de 2018

URGENTE! PROVEDOR DO HOSPITAL REPRESENTA CONTRA VEREADOR RODRIGO FRANÇA POR QUEBRA DE DECORO. RAFAEL ENTREGOU CONTAS DO HOSPITAL AO PRESIDENTE DA CÂMARA

 

O Provedor do Hospital São Salvador, Dr. Rafael Gracioli protocolou pessoalmente na tarde de ontem na Câmara Municipal uma Representação contra o Vereador Rodrigo França por quebra de decoro parlamentar, informou o Vereador Gerson Pinto Barreto da Silva - Presidente da Câmara. O Provedor quer que o Conselho de Ética da Câmara aplique as penalidades cabíveis ao Vereador. Na Representação o Provedor deixa claro que as ações do Vereador Rodrigo França, um dos autores do pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito contra o Hospital e PMAP, tem interesses pessoais do Parlamentar envolvidos. A representação pede que o Conselho de Ética determine a suspeição do Vereador Rodrigo França para atuar em quaisquer Comissões que tratem ou venham a tratar de assuntos em que o Hospital São Salvador venha ou possa estar envolvido.  Ocorre que um tio do Vereador Rodrigo França, o senhor José Marcelo de Faria França, tenta na justiça tomar para si a propriedade da Fazenda do Cortiço, deixada de herança para dois Hospitais.
TIO DO VEREADOR QUER A PROPRIEDADE DE FAZENDA DEIXADA PARA O HSS
O fazendeiro Armando Filgueiras falecido há mais de 30 anos deixou um testamento doando a Fazenda do Cortiço, hoje avaliada segundo apuramos em cerca de 2 milhões de Reais para o Hospital São Salvador e Hospital Nossa Senhora do Carmo. A Fazenda do Cortiço, que fica a 4 quilômetros da cidade, na estrada Além Paraíba/Teresópolis passou a ser, cinquenta por cento pertencente ao Hospital de Além Paraíba e cinquenta por cento pertencente ao Hospital Nossa Senhora do Carmo. Foi um reconhecimento de Dr. Armando Filgueiras, que era solteiro, as duas instituições. A fazenda, também por vontade expressa no testamento, só poderia ser vendida 30 anos após a morte de Armando Filgueiras que impôs essa condição também no testamento. Nesse período os dois hospitais poderia arrendar e usufruir da propriedade sem porém vendê-la. Passados os 30 anos, os Hospitais deram início aos procedimentos para vender a propriedade e dividir, meio a meio o dinheiro da venda que seria aplicado em melhorias nas instituições. O tio do Vereador Rodrigo França, José Marcelo de Faria França no entanto havia arrendado a propriedade e não quis sair quando a ele foi pedido que desocupasse o imóvel. José Marcelo ingressou na justiça para tentar tomar para sí a propriedade da Fazenda através de uma ação de usucapião que está tramitando há anos sem decisão final. Se a Fazenda não estivesse "sub-judice" já poderia ter sido vendida. Os dois Hospitais, de Além Paraíba e do Carmo, estão se defendendo da tentativa de tomada da propriedade pelo tio do Vereador. 
INTERESSE DIRETO 
Havendo esse conflito de interesse, o Provedor do Hospital, Rafael Gracioli, entende que o Vereador deveria no mínimo declarar em suspeição para tratar de qualquer assunto que envolvesse o Hospital, por ter um tio com interesses diretamente contrários à instituição. De fato tanto a Lei Orgânica quanto outras Leis afirmam que quando há interesse do Vereador ou de parentes em linha direta, o Parlamentar precisa se declarar impedido e se abster de participar de quaisquer atos que configurem o que no jargão se chama de "legislar em causa própria".
RITO NO CONSELHO DE ÉTICA
Apresentada a Representação, cabe agora ao Presidente da Câmara mandar a mesma para que a Secretaria da Câmara faça a autuação da mesma que em seguida é imediato remetida ao Conselho de Ética da Câmara Municipal de Além Paraíba. O Conselho de Ética da Câmara é composto por 3 Vereadores titulares e 3 suplentes. Se qualquer um dos membros do Conselho integrar o mesmo bloco parlamentar do Vereador Rodrigo França deve também se declarar impedido e o suplente deve assumir a vaga para analisar a Representação em tela. O Conselho vai nomear um Presidente e um Relator e dar andamento na admissibilidade da denúncia para em seguida iniciar o processo por quebra de decoro contra o Vereador Representado. 
ANTECIPAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CONTAS
Durante o encontro com o Presidente da Câmara Municipal ontem, o Provedor do Hospital, Rafael Gracioli entregou também DETALHADA prestação de contas do uso dos recursos que o Hospital recebeu da Prefeitura para prestar serviços de pronto socorro. Ressalte-se que o Hospital não recebeu subvenção, portanto não tem a necessidade de prestar contas do valor recebido. O Hospital recebeu por serviço prestado através de contrato celebrado. Dessa forma não necessita de prestar contas, exceto a seu Egrégio Conselho, órgão soberano do Hospital composto por 51 Cidadãos e que tem legitimidade para analisar as contas do Hospital São Salvador que é PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO. Tentamos contato pelo telefone celular (09:34 horas) do Vereador Rodrigo França para ouvi-lo, mas o mesmo encontrava-se desligado ou fora de área.

quarta-feira, 21 de março de 2018

UMA BOMBA: EX SECRETÁRIO DE JUSTIÇA E EX PROCURADORA DO MUNICÍPIO RECEBERAM MAIS DE 26 MIL REAIS DE SUCUMBÊNCIA EM PROCESSOS DA PREFEITURA. VEREADOR DAVID DA PAZ, ENFURECIDO, CRITICOU PESADAMENTE O EX SECRETÁRIO DE JUSTIÇA

A notícia caiu como uma bomba na Sessão da Câmara da noite de 20 de março de 2018. O Presidente da Câmara, Vereador Gerson Barreto, solicitou na semana passada através de requerimento várias informações sobre o Governo Municipal anterior. Dentre os muitos pedidos requeridos pelo Presidente da Câmara estava a comprovação de todos os pagamentos feitos ao então Secretário Municipal de Justiça, Bruno Eduardo Perez de Barros (foto), genro do ex Prefeito Fernando Lúcio Donzeles, principalmente no que tange a honorários advocatícios e sucumbenciais. A resposta chegou da Prefeitura e foi lida na Sessão de ontem. Segundo informou a Prefeitura através do ofício número 039/2018, o ex Secretario Bruno Barros recebeu em 2015 e 2016 a importância de R$15.909,66. A Prefeitura informou ainda que nos mesmos dois anos, foram pagos 10.720,25 à então Procuradora do Município Dra. Micheli da Silva Xavier (foto). 

Segundo a Prefeitura o total pago aos dois Advogados foi de R$26.629,91 sob a forma de sucumbência processual.
Entenda o que é sucumbência
A chamada sucumbência são honorários fixados pelo Juízo que são pagos ao Advogado que vença a ação em julgamento. Por exemplo: Um Advogado entra com uma ação de cobrança e ao final a ação é julgada procedente. O Advogado receberá a sucumbência processual por ter sido vitorioso na demanda. Ocorre que como Secretário de Justiça, cargo público, Dr. Bruno Barros estaria naturalmente impedido de Advogar logo não poderia receber qualquer sucumbência uma vez que já recebia seu salário como agente político. Da mesma forma, a Advogada Micheli Silva Xavier não poderia receber honorários sucumbenciais pois ocupava o cargo de Procuradora do Município. Apenas os Advogados da Prefeitura que não ocupassem cargos da natureza de ambos poderiam receber sucumbência. 
Um dia de fúria
Que o ofício foi lido, o Vereador David da Paz pediu que se fizesse a releitura do inteiro teor da correspondência, o que foi feito pelo Primeiro Secretário. O Vereador David então pediu a palavra e com seu estilo contundente fez duríssimas críticas ao ex Secretário de Justiça Bruno Barros, afirmando que o mesmo tem estado na Câmara para articular junto da oposições modos de constranger o atual Governo. CLIQUE PARA OUVIR A LEITURA DO OFÍCIO E AS PESADAS CRÍTICAS DO VEREADOR DAVID DA PAZ AO EX SECRETÁRIO DE JUSTIÇA
RESPOSTAS
A redação do Jornal A Gazeta não conseguiu contato com a ex Procuradora do Municipio, Micheli Silva Xavier. Em contato com o ex Secretário de Justiça, Bruno Barros, este informou que de fato recebia honorários de sucumbência pois não existe Lei no Município que regulamente a matéria. Dr Bruno ainda disse que em sendo o na época Chefe dos Advogados do Município participava do rateio da sucumbência e que tal fato era um arranjo entre os Advogados que na época trabalhavam na Prefeitura
O QUE ACONTECE AGORA
O Vereador Gerson Pinto Barreto da Silva, Presidente da Câmara afirmou a redação de A Gazeta que a Mesa Diretora, diante dos recebimentos que em seu entender são irregulares e ilegais, vai propor ao Plenário denunciar o ex Secretário de Justiça, Bruno Barros e a ex Procuradora Michelli Xavier ao Ministério Público para propositura de ação de improbidade, ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais e a Ordem dos Advogados do Brasil de Minas Gerais.

CPI DA OPOSIÇÃO: O PROVEDOR DO HOSPITAL REAGE

O Provedor do Hospital São Salvador reagiu com indignação a proposta de abertura de Comissão de Inquérito para apurar detalhes de sua fala e da fala do Prefeito Municipal em programa de rádio na semana passada. Segundo o Provedor as falas foram nada mais que discordâncias entre dois gestores que devem no seu entender serem resolvidas no campo administrativo e nunca político. O Provedor Rafael Gracioli afirmou que a propositura de uma Comissão de Inquérito nada mais é que uma tentativa, por razões inconfessáveis, de politizar a questão e que ele não pode admitir que o Hospital faça parte de qualquer tipo de ação política. O Provedor, antevendo a possibilidade de abertura de CPI, está encaminhando à Câmara, Prefeitura e Ministério Público cópias das contas dos recursos financeiros repassados pela Prefeitura para o custeio do Pronto Socorro Municipal. Rafael Gracioli afirmou que as contas do Hospital estão abertas e que nada tem a esconder razão pela qual de pronto enviará cópias das mesmas. O Provedor ainda lembra que o Hospital é uma Pessoa Jurídica de direito privado, patrimônio do povo Alem-paraibano, gerido por um Conselho de 51 membros vitalícios que elege a Diretoria, fiscaliza os atos da Diretoria e por fim analisa e aprova as contas da instituição. O Provedor lembrou ainda que existe um Vereador com assento no Conselho e que este tem estado nas reuniões e assembleias do órgão podendo comprovar a lisura como as coisas são tratadas no Hospital. O Provedor analisa outras posições que pretende tomar contra o que chama de "disfarçado" interesse pessoal de alguns em desestabilizar o Hospital. "Não conseguirão", afirmou ele.

Bloco de Oposição pede Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar conteúdo das falas do Prefeito e Provedor do Hospital em programa de rádio.




O Bloco de Vereadores de oposição ao Governo, formado pelos Vereadores Dione Miranda, Rodrigo França, Gilson Ricardo Ribeiro, Vicente de Paula Gomes e Reginaldo Estevanin assinaram conjuntamente um Requerimento pedindo ao Presidente da Câmara a abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o Poder Executivo. Segundo Rodrigo França o Requerimento deverá ser protocolado hoje e portanto lido na Sessão Plenária da próxima semana. Rodrigo afirmou que a Comissão visa apurar e investigar fatos com base nas falas do Prefeito Municipal e do Provedor, ambas proferidas em programa da Rádio Cultura AM, na semana passada. Segundo o Vereador Rodrigo as falas e seu conteúdo seriam a razão da CPI mas no decorrer da Comissão de Inquérito outros fatos podem ser apurados. Os Vereadores do Bloco de oposição convidaram a imprensa para fazer o anúncio às 17 horas de 20 de março, na Câmara Municipal. Segundo o Vereador Dione Miranda, o Bloco de oposição tem 5 Vereadores, número suficiente para instalação da Comissão que segundo o Parlamentar necessita de um terço de adesão dos Vereadores da Casa. Os próximos passos da CPI só ocorrerão após a leitura do Requerimento em plenário na Sessão de 26 de março de 2018. Após a Leitura o Presidente da Câmara deve nomear 3 membros para integrar a Comissão. O Presidente não tem prazo regimental para tal nomeação. Após nomeados, os membros da Comissão deverão votar entre si para a escolha de um Presidente, um relator e um secretário. Após a escolha a Comissão começa seus trabalhos.

terça-feira, 20 de março de 2018

Vereador Presidente pede cópias de contas do ex Prefeito Fernando Lúcio em 2016, assim como todos as despesas, receitas obtidas com honorários, etc, pelo então Secretário de Justiça

O Vereador Gerson Barreto, Presidente da Câmara Municipal de Além Paraíba teve aprovado na última sessão o requerimento número 450 onde pede ao Poder Executivo, com a máxima urgência, cópias da prestação de contas do ex Prefeito Fernando Lúcio Donzeles, no exercício de 2016 e ainda pede também as cópias das prestações de contas do na época Secretário de Justiça, Bruno Eduardo Perez de Barros. Gerson também requereu cópia da Lei Municipal que dispõe sobre doações e aquisições de imóveis e terrenos e procedimentos de regularização de loteamentos, pede ainda cópias de pagamentos efetuados na gestão de 2016 a pessoas físicas em eventos, cópias de comprovantes de pagamentos de subvenções da Prefeitura realizados em contas bancárias de particulares (pessoas físicas); Requer ainda cópias de pagamentos a servidores públicos na data de 28 de dezembro de 2016, referente a indenização de férias não gozadas, cópias de empenhos que geraram a emissão de cheques ao portador ou nominal a pessoas físicas ou servidores, requereu também cópia de documentos comprobatórios de prestação de serviços por pessoas físicas. Gerson alegou que o pedido será de extrema importância para análise documental visando suporte de futuras aprovação em plenário da prestação de contas do referido exercício de 2016. Gerson, em outro requerimento solicitou cópias de todos os pagamentos realizados entre 2013 a 2016, na gestão do ex Prefeito Fernando Lúcio, em favor do então Secretário de Justiça, discriminando cada origem de salário, honorários advocatícios, férias, 13º salário e honorários de sucumbência. Gerson também solicitou cópia das transferências bancárias feitas pela Prefeitura em favor do então Secretário de Justiça. O Presidente da Câmara, Vereador Gerson requereu também todas as transações das ações judiciais, de execução fiscal e de procedimentos administrativos de renegociação de dívidas de IPTU, demonstrando quais foram os Advogados que atuaram nas ações e que receberam os honorários; Solicitou ainda que seja informado à Câmara se algum servidor público da PMAP,  em 2016, investido de função pública, recebeu qualquer quantia relativa a transações relacionadas a IPTU o que segundo Presidente da Câmara caracteriza improbidade administrativa. Ao que parece o Vereador Gerson deseja apurar algo específico apesar de como dito ter dito que os pedidos são apenas para basilar futuras aprovações de contas do exercício de 2016. Clique no link abaixo para ouvir o áudio original do requerimento sendo lido em sessão plenária da Câmara no dia 12 de março de 2018.

Bloco de oposição do Governo convoca a imprensa para fazer anúncio

O Bloco de oposição ao Governo Miguel Belmiro de Souza Júnior, composto pelos Vereadores Rodrigo França, Gilson Ribeiro, Reginaldo Estevanin, Dione Miranda e Vicente de Paula Gomes fizeram convite à imprensa Alem-paraibana para reunião no salão nobre da Câmara Municipal de Além Paraíba ocasião em que pretende fazer um anúncio aos Jornalistas. Segundo o convite que partiu de um editor de Jornal a revelação a ser feita pelos Vereadores oposicionistas deverá causar grande impacto nos meios políticos de Além Paraíba. A conferir.

domingo, 18 de março de 2018

Prefeitura iniciou calçamento da rua de terra no final da Parada Breves. Muitos prometeram mas agora está acontecendo.

Inúmeros Prefeitos que passaram pela gestão do Município, principalmente nas campanhas eleitorais faziam visitas à Parada Breves. Após a via asfaltada, uma enorme rua de terra seguia; Dezenas de casas e pessoas viviam no local, conhecido por muitos por rua de terra. Na verdade a via é uma continuação da Tenente João Bonfante. As casas infestadas pela poeira, pulgar, carrapatos etc nunca foi calçada ou mesmo ensaibrada. Misteriosamente, após as eleições os eleitos não voltavam ao local dando preferência pelo calçamento de ruas com mais “visibilidade”. Essa história começou a mudar no dia 13 de março quando a Prefeitura iniciou o calcalmento da via. A pavimentação vai beneficiar como dito, centenas de pessoas que deixarão de viver em condições precárias. O calçamento está sendo comemorado pelos moradores. Muitos deles afirmam que já tinham perdido as esperanças de que um dia a famosa rua de terra da Parada Brevres fosse olhada por algum dos Prefeitos que sabiam apenas prometer o calçamento mas nada faziam depois que tomavam posse.

Prefeitura continua manutenção na Quadra do Santa Rosa

A Prefeitura Municipal de Além Paraíba, através da Secretaria de Obras e Serviços, vem realizando a manutenção na Quadra do Bairro Santa Rosa. A reforma e manutenção de quadras é prioridade para o prefeito Miguelzinho, que tem o compromisso de colocar o Esporte ao alcance de todos. Pensando cada vez mais na segurança e bem estar da população alemparaibana a prefeitura começou a manutenção na quadra pois a mesma foi colocada como prioridade visto que trata-se de uma solicitação antiga dos moradores não só do bairro, mas também do Morro da Conceição e Planeta 2. Nesta fase da obra, estão sendo realizadas a limpeza dos vestiários e o reparo na drenagem da rede pluvial que por ali passa.Fonte: Página da Prefeitura no Facebook.

sexta-feira, 16 de março de 2018

De férias, Leonardo Sendon não deve voltar a exercer função na Prefeitura de Além Paraíba

Leonardo Sendon não é mais o Pregoeiro da Prefeitura de Além Paraíba cargo que dava a ele status de Chefe do Departamento de Compras e Licitações. Oficialmente ele saiu para o gozo de férias, em seu lugar foi nomeada Roberta Filgueiras, que já responsável pelo Departamento. Funcionária de carreira da Prefeitura, Roberta é conhecedora da área e é uma servidora dedicada e competente. Leonardo Sendon foi candidato a Vereador nas últimas eleições não logrando êxito. Ele ocupou a função no Departamento de Compras e Licitações desde o início do Governo. Segundo informações obtidas por nossas, o próprio Leonardo Sendon ao sair de férias comunicou aos servidores do Departamento que era quase certo que não retornaria para a função e talvez nem para a Prefeitura por razões particulares. Procurada por nossa reportagem, Roberta Filgueiras informou que foi chamada pelo Prefeito Miguel Belmiro de Souza para ocupar a função já que Leonardo Sendon entraria em férias. Oficiosamente, outras fontes dizem que Sendon não retorna para a administração municipal e que outras mudanças estarão ocorrendo no Governo. 
ET: APÓS A PUBLICAÇÃO DA MATÉRIA O SENHOR LEONARDO SENDON FEZ CONTATO COM A REDAÇÃO PEDINDO RETIFICAÇÃO DO CONTEÚDO, ALEGANDO QUE ESTÁ DE FATO EM FÉRIAS, NÃO RETORNA AO DEPARTAMENTO DE COMPRAS E LICITAÇÕES MAS QUE RETORNARÁ PARA TRABALHAR EM ALGUM OUTRO SETOR DA PREFEITURA MUNICIPAL.

Vice Prefeito assume interinamente a Secretaria de Saúde. Prefeito o nomeou por 90 dias para o cargo. Médico Eloy de Paula teria sido convidado para o cargo mas não aceitou

O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior assinou portaria nomeando o Vice Prefeito, Paulo Goldstein (foto) para responder interinamente pela Secretaria Municipal de Saúde por um período de 90 dias. Ele substitui a ex Secretária Bethânia Reis de Souza Gracioli que pediu exoneração para reassumir suas funções como Administradora do Hospital São Salvador. Se nos 90 dias de interinidade o novo Secretário for escolhido, o Prefeito revoga a portaria que nomeou o vice e baixa outra empossando o novo Secretário. Notícias não oficiais dão conta que o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior, o vice e um Vereador da base do Governo teriam conversado com o Ortopedista Eloy de Paula Monteiro para este assumir o cargo de Secretário de Saúde. Eloy TERIA agradecido o convite mas declinado. A Secretaria de Saúde é uma das pastas mais complexas de qualquer administração municipal, seja quem for o escolhido deverá estar pronto para enfrentar os problemas que afetam a saúde pública em todo o Brasil e que por isso mesmo afetam Além Paraíba. A conferir

Prefeito intervem e consegue sensibilizar o Judiciário que liberou penhora da Cooperativa de Leite. Por enquanto a Cooperativa permanece aberta. Uma auditoria deverá detectar meios de "salvar" a entidade

Acompanhado do Procurador Geral do Município, Dr. Fernando Ferreira, o Prefeito de Além Paraíba, Miguel Belmiro de Souza Júnior esteve na Procuradoria de Justiça em Petrópolis e também na sede do Poder Judiciário, em Sapucaia. A ida do Prefeito a esses dois órgãos teve como objetivo sensibilizar as autoridades judiciais no sentido de que fosse suspensa a penhora de dinheiro que estava bloqueando os recursos financeiros da Cooperativa de Leite de Além Paraíba, que atravessa uma grave crise financeira. O Prefeito conseguiu seu objetivo. Segundo informações obtidas, a Justiça em Sapucaia ficou sensibilizada ao saber que a penhora poderia levar a Cooperativa ao fechamento imediato, causando demissões e problemas para os produtores. O Judiciário liberou então a penhora sobre os recursos financeira mantendo apenas a penhora da sede da Cooperativa. Procurado por nossa reportagem, o Procurador Geral do Município informou que a ação do Prefeito foi fundamental para que a Cooperativa tenha tempo para tentar resolver seus problemas. Segundo Fernando Ferreira ele esteve na Assembléia da Cooperativa, realizada ante ontem e informou da ação do Prefeito que liberou os recursos financeiros da Cooperativa bloqueados pela Justiça. Segundo Ferreira que também integra a Cooperativa os Associados decidiram pela realização de uma auditoria para verificar os meios para a redução de custos para o saneamento financeiro e recuperação da Cooperativa de Leite de Além Paraíba.  Que fique claro que não a crise da Cooperativa não é uma crise causada por má gestão, gestão irresponsável ou desonesta. A crise no pequeno cooperativismo leiteiro no Brasil vem se desencadeando há tempos. A redução do envio de leite por produtores que preferem vender o produto para multi nacionais e outros compradores vem minando a viabilidade econômica das Cooperativas.

quinta-feira, 15 de março de 2018

Mudança no Secretariado do Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior

Ante aos acontecimentos e o impasse entre Prefeitura Municipal de Além Paraíba e Hospital São Salvador no que se refere questões ligadas ao repasse financeiro para o pagamento dos serviços de pronto socorro municipal prestados pelo HSS, a Secretária Municipal de Saúde entendeu que no momento sua presença dela é importante no Hospital São Salvador, de onde saiu em dezembro de 2016 para assumir a Secretaria Municipal de Saúde. Dessa forma, Bethânia de competência indiscutível solicitou ao Prefeito Municipal a exoneração de seu cargo. Devendo reassumir suas funções no Hospital São Salvador brevemente.

quarta-feira, 14 de março de 2018

Ministério Público do Trabalho recebe denúncia MENTIROSA E ABSURDA e a Guarda Mirim poderá encerrar suas atividades

Uma denúncia anônima foi encaminhada para o Ministério Público do Trabalho de Juiz de Fora. Na peça mentirosa e absurda o denunciante afirma que os Guardas Mirins de Além Paraíba sofrem nas ruas da cidade todo o tipo de constrangimento. Diz o covarde denunciante que os Guardas Mirins são praticamente agredidos fisicamente e muitos vão as lágrimas. O Ministério Público convocou os gestores e o Presidente da Guarda Mirim par uma audiência em Juiz de Fora. Segundo informações do senhor "Sendon", um dos Chefes da Instituição, o Promotor do Trabalho deixou claro entender que os Guardas Mirins ficando nas ruas estão sujeito a ação de criminosos, a prostituição e a outras mazelas. Se seguir nessa linha, o Ministério Público do Trabalho pode exigir que os Guardas Mirins saiam das ruas, logo o trabalho da entidade deixará de ter sentido. A Guarda Mirim emprega hoje dezenas de menores. Eles recebem meio salário mínimo por meio expediente de trabalho, tem todos os direitos trabalhistas recolhidos, muitos são arrimo de família. A Guarda Mirim proporciona cursos profissionalizantes para os jovens de 16 a 18 anos e ainda faz acompanhamento escolar de cada integrante. O artigo 5º da Constituição diz textualmente que é livre a manifestação do pensamento sendo vedado o anonimato no entanto em muitos casos denúncias mentirosas acabam por prejudicar uma entidade que faz um trabalho sério em Além Paraíba. A conferir o desenrolar da história.

Prefeito Miguel Belmiro vai ao Programa Dauro Machado e em direito de resposta a entrevista do Provedor do HSS, fala sua versão sobre a redução de repasses para o Hospital

No dia 14 de março foi concedido o direito de resposta ao chefe do Executivo Municipal. O Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior compareceu à Rádio Cultura de Porto Novo - Programa Dauro Machado, acompanhado do Procurador Geral do Município, Fernando Silva Ferreira, do Secretário de Finanças Mauri Felipe e do Assessor Especial Felipe Mendes. Em sua fala o Prefeito afirmou que houve uma queda substancial nas receitas do Município e que basicamente por conta disso não poderia prosseguir repassando 325.000,00 para o Hospital São Salvador. Segundo Miguel, pelas contas de seu Secretário de Finanças o valor máximo possível de ser repassado ao Hospital é de R$200.000,00. O Prefeito ainda fez criticas ao Provedor do Hospital a quem chamou de forasteiro. O Provedor na manhã de ontem fez duras considerações sobre o não cumprimento do contrato por parte da Prefeitura no repasse dos recursos mensais para pagamento do serviço de pronto socorro municipal prestados pelo HSS.  Segundo o Chefe do Poder Executivo os valores destinados ao Hospital São Salvador não poderiam continuar no patamar em que se encontram pois se assim fosse os postos de saúde onde faltam medicamentos e materiais básicos continuariam desguarnecidos. O Prefeito informou que constatou “in loco” as deficiências dos postos e que foi eleio para governar para todos e não para uma única instituição. O Secretário de Finanças afirmou que caso prosseguisse a Prefeitura repassando esse valor ao Hospital estaria na verdade repassando o orçamento anual de 4 secretarias municipais.  Por lei o serviço de urgência e emergência é de obrigação da Prefeitura mas como não há um pronto socorro municipal, é necessário que o serviço seja terceirizado, no caso executado pelo Hospital São Salvador. Na cidade a discussão entre o Provedor e o Prefeito reverberou nas redes sociais e nas rodas de bate papo. Clique no link abaixo para ouvir na íntegra a fala do Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior no Programa Dauro Machado de 14 de março de 2018 
https://soundcloud.com/jornal-a-gazeta-tv-alem-paraiba-net/entrevista-prefeito-miguel-junior-programa-dauro-machado-radio-cpn-14032017

terça-feira, 13 de março de 2018

Provedor do Hospital vai ao Programa Dauro Machado e faz duras críticas a administração municipal e afirma que o repasse destinado ao Hospital não está sendo corretamente repassado.


O Provedor do Hospital São Salvador, Rafael Gracioli da Silva compareceu á Rádio Cultura na manhã de hoje e durante o programa Dauro Machado concedeu explosiva entrevista que segue repercutindo com intensidade nas redes sociais e a na cidade. Segundo o Provedor, a Prefeitura, a Prefeitura está descumprindo o convênio que tem com a instituição repassando valores menores para o Hospital São Salvador. O Provedor ressaltou que tais valores não são qualquer ajuda ou subsídio e que o recurso enviado pela Prefeitura é para pagar os serviços de pronto socorro (dever do Município) que o Hospital presta para a administração municipal. Com seu estilo corajoso, o Provedor não poupou criticas a atual administração. Segundo ele o Secretário Municipal de Finanças, Mauri Felipe não tem a competência devida para o cargo que ocupa e que Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior deveria reduzir o números de funcionários contratados para poder cumprir seus compromissos financeiros. O Provedor deixou claro que não tem qualquer vínculo com a Prefeitura. Em dado momento Rafael Gracioli ainda afirmou que as constas do Hospital estão abertas para qualquer cidadão que queira delas tomarem conhecimento. O Provedor fez tal afirmação por ter recebido  de uma funcionária da Prefeitura a cópia de uma outra mensagem enviada por outro funcionário da Prefeitura insinuando existir irregularidades nas contas do Hospital São Salvador. Rafael também fez grandes elogios a Secretária Municipal de Saúde Bethânia Reis de Souza Gracioli, dizendo que sempre foi contra que ela fosse assumir tal cargo. Ele lembrou que a Secretária foi administradora do Hospital São Salvador e com competência inegável, tanto assim, afirmou ele que ela foi convidada para a Secretaria de Saúde. Rafael entende que a Secretária Bethânia está sendo desprestigiada por seu irmão, o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior, que está permitindo que outros governem. Durante a entrevista, através do aplicativo de mensagens, o Prefeito Miguel Belmio de Souza Júnior solicitou cópia do áudio do programa e o direito de resposta, o que obviamente é garantido na forma da Lei. Abaixo o áudio completo da entrevista.

sábado, 10 de março de 2018

Prefeitura lança novo Portal institucional e portal da transparência com base na Lei de Acesso a Informação - LAI

A equipe de Tecnologia da Informação da Prefeitura Municipal de Além Paraíba a pedido do atual Prefeito Miguelzinho, lancará na segunda feira,  dia 12/03/2018 os novos portais do município. Os novos sites, que já estão no ar através do link alemparaiba.mg.gov.br, estão de visual novo e reúne informações da atual administração pública, e foi desenvolvido com o objetivo proporcionar praticidade no acesso às informações. Os novos sites funcionarão em qualquer dispositivo com acesso à internet, seja ele computador, tablet ou smartphone, diferentemente dos antigos portais, e permite que as informações sejam disponibilizadas de forma mais rápida e precisa. O novo formato do Portal da Transparência vai melhorar o acesso aos dados de Licitações e Contratos do Município, com disponibilização para download de todos os documentos referentes a processos licitatórios e contratos. Já o novo formato do Portal institucional tem como objetivo deixar o munícipe mais próximo de todas as ações e tudo o que acontece no município. Além de informações ao munícipe o site também se preocupa com os usuários que buscam por informações com intuito de visitar a cidade e seus pontos turísticos. O site será constantemente passado por ajustes a fim de facilitar ainda mais a acessibilidade e a navegabilidade do usuário seja ele munícipe, servidor ou turista. Com uma plataforma mundialmente reconhecida o novo portal trará conforto e acessibilidade a todas as áreas da prefeitura, seja fornecendo informações ou conectando a população as ações do poder público. Os novos sites vêm juntamente com um projeto multidisciplinar do atual Governo que visa incluir o município dentro do universo digital, totalmente integrado às mídias sociais. Além do portal, o município conta com Twitter, Instagram, Facebook e Youtube. O Chefe de Informática Jose Roberto, destacou as novidades. “O novo portal da
transparência apresenta uma nova disposição das informações com um “menu” mais intuitivo e “ícones” de destaque na página inicial do portal, tornando as informações mais fáceis de localizar. Além disso, o novo portal foi construído sem qualquer ônus para prefeitura, já que foi criado pela divisão de informática”, informa autor.“O mais importante é que os novos portais não oneraram os cofres públicos, ou seja, foi desenvolvido sem gastar um centavo do município e foi criando visando tão somente melhorar a acessibilidade e os serviços prestados. Informou oExcelentíssimo Prefeito Municipal Miguel Belmiro de Souza Junior.”



Título: Release: P/ 13/03/208
Texto e imagens: Equipe de Tecnologia da Informação da Prefeitura Municipal de Além Paraíba. 

Alem-paraibana transferida para Juiz de Fora com SUSPEITA de febre amarela faleceu. FUNED ainda não informou se ela tinha doença

Foto: Blog Adenilson Mendes
Faleceu na madrugada de 9 de março a senhora Vanilda Macedo Alvares, de 59 anos. Ela deu entrada no Hospital São Salvador com suspeita de febre amarela, já que por possuir outras doenças não pôde tomar a vacina. Dona Vanilda apresentava alterações hepáticas e outros sintomas que, havendo a presença de febre amarela na região, devem ser considerados como sintomas da doença. O sangue foi recolhido e enviado para  Fundação Ezequiel Dias (FUBED), em Belo Horizonte, que VERGONHOSAMENTE ATÉ AGORA NÃO DIVULGOU SE A PACIENTE TINHA OU NÃO SIDO INFECTADA PELA FEBRE. Dona Vanilda foi transferida para Juiz de Fora, para o Hospital Universitário onde teria sido constatado que ela estaria com Hepatite B. No início da semana segundo amigos de Dona Vanilda ela foi transferida em estado grave para a Santa Casa de Juiz de Fora. Nas redes sociais em Além Paraíba houve pedidos de 80 doadores de sangue para ela, o que denota que ela poderia estar na fila fazer cirurgia de transplante de fígado. Infelizmente não houve tempo já que a falência hepática se instalou. Dona Vanilda faleceu. Conhecida em Além Paraíba, como "Vanilda do Pevidro", ela era uma pessoa muito estimada e junto do filho administrava a vidraçaria Pevidro, uma das mais tradicionais da região. Evangélica, Dona Vanilda foi velada na Igreja Batista em Renovação Espiritual. As pessoas que a conheceram lamentaram o falecimento e os membros da Igreja afirmaram se tratar de uma pessoa temente a Deus e sempre disposta a ajudar o semelhante. Vanilda deixa um filho e uma filha. 

ABRAG promove a Semana Mundial do Glaucoma, no Rio de Janeiro, 11 a 17 de março.

A Associação Brasileira dos Amigos, Familiares e Portadores de Glaucoma- ABRAG - estará realizando a Semana Mundial do Glaucoma de 11 a 17 de março de 2018, com extensa programação. Sua Presidente, Dra. Isis Penido e a Diretoria da ABRAG estão em ritmo acelerado para o evento onde palestras e discussões cientificas ocorrem sobre a doença. O Glaucoma é uma doença silenciosa que ataca os olhos e vai aos poucos levando os portadores a perda da visão até chegarem a cegueira. A doença tem controle e quanto mais cedo diagnosticada mais sucesso é obtido com o tratamento. A ABRAG foi criada no primeiro semestre de 2000. Ela nasceu a partir da conscientização de médicos especialistas, empresas fabricantes de medicamentos e familiares de pacientes sobre a necessidade de oferecer apoio, educação e informação para familiares e portadores do glaucoma. A ABRAG conta com o suporte de escolas superiores de Medicina, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, da Sociedade Brasileira de Glaucoma, de médicos especialistas e das empresas fabricantes de medicamentos. Recebeu, através da portaria 912 de 05 de maio de 2009, o título de UPF – Utilidade Pública Federal , publicado no Diário Oficial da União de 06 de maio do mesmo ano. A Associação Brasileira dos Amigos, Familiares e Portadores de Glaucoma oferece apoio, educação e informação aos pacientes e à população. A ABRAG visa também à conscientização dos grupos de risco da doença e a promoção da troca de experiências entre os pacientes do Glaucoma, familiares e amigos. ABAIXO O LEITOR ENCONTRA TODA A PROGRAMAÇÃO DA SEMANA MUNDIAL DE GLAUCOMA, CLIQUE NA IMAGEM PARA VÊ-LA EM TAMANHO ORIGINAL.

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

PROGRAMAÇÃO: CLIQUE NAS IMAGENS PARA VER A IMAGEM AMPLIADA.


PREFEITO DO CARMO É DENUNCIADO POR DESVIO DE VERBA (PECULATO). VEREADOR CONFIRMOU AS ACUSAÇÕES

Cesart Ladeira, Prefeito do Carmo com seu inconfundível topete
e seu estilo galã de novelas Mexicanas cometeu crime de peculato,
afirma o Jornal Expresso de Macaé.
Segundo o Jornal Expresso de Macaé (www.expressorj.com.br) O bucólico vizinho Município de Carmo, localizado na região serrana do Estado do Rio, está sendo alvo de denúncias sobre suposto desvio de verba pública através da prática do crime de peculato, crime este previsto no artigo 312 do Código Penal que trata da “apropriação por parte de funcionário público, de dinheiro, valor ou qualquer outro bem privado de que tenha a posse em razão do cargo, ou desviá-lo em proveito próprio ou alheio”. Segundo uma fonte do jornal, o prefeito do município César Ladeira (PSB) e a ex- secretária de educação Jaqueline Cruz, com o objetivo de alcançar índices positivos na educação municipal, criaram um esquema ilegal de pagamento de horas extras a professores concursados da rede municipal que eram obrigados no final do mês a devolver o dinheiro para os referidos agentes políticos para em ato contínuo pagarem pessoas estranhas ao poder público para lecionarem nas escolas municipais, sem qualquer tipo de seleção prévia.
O ato praticado além de constituir crime de peculato, envolve o uso de verbas federais do FUNDEB, situação que atrai por si só a competência fiscalizatória de órgãos federais, além de constituir ato de improbidade administrativa, uma vez que a prática é uma verdadeira burla ao concurso público.Levantamento feito pela equipe do jornal Expresso, aponta que o líder da oposição no Município, o combativo vereador Juliano de Souza Braga(PSC) teria levado o caso a Polícia Federal de Macaé, na denúncia também consta que a ex- secretária de educação autorizada pelo atual prefeito César Ladeira teria alugado um imóvel em seu nome para servir de creche, à valores superiores ao de mercado, tudo isso pago com dinheiro dos cofres públicos do município.Fontes ligadas ao vereador, afirmam que novos documentos estarão a caminho de Macaé nos próximos dias, incluindo áudios de conversas entre agentes políticos. O caso é semelhante ao ocorrido na última semana na Câmara Municipal de Macaé e que levou a prisão de vereadores e assessores pela Polícia Federal.César Ladeira, segundo informações locais é um político populista e ganhou notoriedade na região com a sua atuação nos Natais Carmenses e de municípios vizinhos, aonde chegava às festas de helicóptero trajando a vestimenta de Papai Noel para distribuir presentes para as crianças, além de ter tido uma passagem pelo legislativo municipal.Acredita-se que é possível que investigações sobre o caso cheguem brevemente ao Carmo. O Vereador Juliano Souza Braga (foto abaixo) esteve esta semana na rádio CPN (Cultura de Porto Novo) onde confirmou a matéria publicada pelo Jornal Expresso de Macaé e disse que o Prefeito já está condenado em primeira instância pela Justiça Federal por descumprimento da Lei de Transparência. Segundo o Vereador, o Prefeito quando se encontra com ele o abraço e muito "jeitoso" o convida para integrar a bancada do Governo mas que ele é pago para fiscalizar e que todas as denúncias que tiver contra o Prefeito levará adiante. Mais informações podem ser obtidas na fonte primária da matéria que é o Jornal Expresso de Macaé no link http://expressorj.com.br/noticia/348/prefeito-de-carmo-rebate-denuncias-de-corrupcao-mas-mente-sobre-processo.html#foto

O Vereador que fez a denúncia contra o Prefeito César
Ladeira, disse que o Chefe do Executivo do Carmo já
está com condenado pela Justiça Federal

quinta-feira, 8 de março de 2018

ARTIGO: Monsenhor André Sampaio, Prior da Ordem do Santo Sepulcro no Brasil/Rio tem artigo sobre a comunhão eclesial. publicado pelo Vaticano. Vale à pena ler.

"A comunhão eclesial é participação no amor trinitário que, por meio da Igreja, se derrama pelo mundo atraindo-nos à união com Deus e com os demais".

É  muito importante compreender que a Igreja é um mistério de comunhão. A comunhão é precisamente a grande tarefa que São João Paulo II indicou, sem dúvida de maneira profética, para a Igreja de nosso tempo: “Fazer da Igreja a casa e a escola da comunhão: este é o grande desafio que temos diante de nós no milênio que começa, se queremos ser fiéis ao desígnio de Deus e responder também às profundas esperanças do mundo”(1)
            Não devemos nos esquecer, porém, que a Igreja pode ser vista – e estudada – de diversas dimensões. Isto já comporta um esforço: não devemos confundi-las com sua definição, como se quiséssemos englobar em um único termo todos os seus aspectos à força. Recordemos que a Igreja é acima de tudo mistério e podemos conhecê-la por analogias, que sempre representam uma realidade de forma parcial e não em sua totalidade. Por isto, é importante ter claro que a comunhão é um dos modelos possíveis e que não devemos esquecer de enquadrá-lo dentro de toda a doutrina católica sobre a Igreja para interpretá-lo corretamente, sem pretender reduzir a esta palavra tudo o que pode se dizer da Igreja. Ao longo da história, a Eclesiologia (isto é, a parte da teologia que estuda a própria Igreja) percorreu diversas imagens ou conceitos para expressar o mistério da Igreja segundo foi tornando mais adequado ou possível dentro da cultura e condições dos tempos. Em nossos dias, o conceito em que mais insiste o magistério universal é o da Igreja como comunhão.
 Conceito de comunhão 
            Como já foi manifesto nos textos do Concílio Vaticano II (2) e na Carta da Congregação para a Doutrina da Fé (3) o conceito de comunhão (koinonía), é muito adequado para exprimir o núcleo profundo do Mistério da Igreja e pode ser, certamente, a chave de leitura para uma renovada Eclesiologia Católica (4). O aprofundamento da realidade da Igreja como Comunhão é, na verdade, uma tarefa particularmente importante, que oferece amplo espaço para a reflexão teológica sobre o mistério da Igreja, "cuja natureza admite sempre novas e mais profundas pesquisas"(5). Algumas visões eclesiológicas, porém, apresentam uma insuficiente compreensão da Igreja enquanto mistério de comunhão, especialmente pela falta de uma adequada integração do conceito de comunhão com os de Povo de Deus e de Corpo de Cristo, e também por um insuficiente relevo dado à relação entre a Igreja como comunhão e a Igreja como sacramento.
            O conceito de comunhão está "no coração da autoconsciência da Igreja"(6), enquanto Mistério da união pessoal de cada homem com a Trindade divina e com os outros homens, iniciada na fé(7), e orientada para a plenitude escatológica na Igreja celeste, embora sendo já desde o início uma realidade na Igreja sobre a terra(8).
            Para que o conceito de comunhão, que não é unívoco, possa servir como chave interpretativa da Eclesiologia, deve ser entendido no contexto dos ensinamentos bíblicos e da tradição patrística, nos quais a comunhão implica sempre uma dupla dimensão: vertical (comunhão com Deus) e horizontal (comunhão entre os homens). É essencial à visão cristã da comunhão reconhecê-la, antes do mais, como dom de Deus, como fruto da iniciativa divina cumprida no mistério pascal. A nova relação entre o homem e Deus, estabelecida em Cristo e comunicada nos sacramentos, expande-se ainda a uma nova relação dos homens entre si. Consequentemente, o conceito de comunhão deve ser também capaz de exprimir a natureza sacramental da Igreja enquanto estamos "longe do Senhor"(9), assim como a peculiar unidade que faz dos fiéis os membros de um mesmo Corpo, o Corpo místico de Cristo(10), uma comunidade organicamente estruturada(11), "um povo congregado na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo"(12), e dotado ainda com os meios adequados à união visível e social(13).
Comunhão eclesial 
            A comunhão eclesial é participação no amor trinitário que, por meio da Igreja, se derrama pelo mundo atraindo-nos à união com Deus e com os demais. É fundamentalmente a “comunhão dos santos” em virtude do Espírito Santo (14); é “comunhão de vida, de caridade e de verdade” instituída por Cristo para ser instrumento de redenção universal e estender-se por todo o mundo sendo nele luz e sal (15); é fraternidade n’Ele que nos faz partícipes da vida divina como filhos adotivos do Pai conforme a seu desígnio, antecipação e início da congregação eterna “em uma Igreja universal na casa do Pai”(16).
            Por isto, a comunhão é edificada com a doação recíproca, consciente e livre dos fieis por caridade cristã fundada na fé de que nos pertencemos uns a outros em Cristo (17). O Papa Francisco convidou, desde o início de seu pontificado, a todos os homens a cuidarem uns dos outros, como irmãos em humanidade, e muito mais aos cristãos, a abrir-nos ao Espírito Santo da unidade e da diversidade, ao Espírito da harmonia (18). “Todos os filhos de Deus e membros de uma mesma família em Cristo, ao unir-nos no amor mútuo e no mesmo louvor à Santíssima Trindade, estamos respondendo à íntima vocação da Igreja” (19).
            Seria um erro limitar a comunhão eclesial à complementariedade visível entre os estados de vida na Igreja, à colaboração prática em algumas tarefas ou à distribuição operativa de tarefas; isto seria reduzi-la a uma dimensão superficial, externa, organizativa, pragmática e materialista, que definitivamente não compromete nossas pessoas, mas no máximo a exterioridade de nosso atuar em algumas ocasiões. Porém, seria não menos errôneo limitá-la a um sentimento interior, a um pressuposto intelectual ou a uma asseveração fideísta, pois isso seria reduzi-la a uma dimensão espiritualista e definitivamente individualista, que tampouco chega a questionar nossa vida nem a fazer-nos crescer. Do mesmo modo, seria equivocado identificar a comunhão com a companhia, com a massificação, com a comunicação, com a convivência ou com a empatia e a amizade; em tal caso, adotaríamos uma visão horizontalista e naturalista da vida eclesial. Também seria errado confundir a comunhão com as relações indiferenciadas para os demais, fora de razão e medida e de consciência das identidades própria e alheia; isto seria basicamente incorrer em espontaneidade e infantilismo. Por último, seria igualmente equivocado interpretar a comunhão como imposição da uniformidade, simples submissão à autoridade ou silenciamento das minorias; porque equivaleria a reduzir a fé à ideologia e a vida eclesial a um sistema de poder. De fato, é um erro afirmar que o acento na imagem doutrinal, hierárquica e existencial da Igreja no processo de institucionalização e clericalização, esvaziou-a do seu sentido comunitário. Quando se colocam em primeiro plano os aspectos institucionais da Igreja, facilmente se romperia o equilíbrio entre as estruturas hierárquicas e comunitárias, entre a lei da autoridade e a da vida, entre a instituição e o carisma da Igreja. Tudo isso não nos conduz de fato a verdadeira comunhão.
Cada é inserido na Igreja 
            Cada fiel, mediante a fé e o Batismo, é inserido na Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica. Não se pertence à Igreja universal de modo mediato, através da pertença a uma Igreja particular, mas de modo imediato, ainda que o ingresso e a vida na Igreja universal se realizem necessariamente em uma Igreja particular. Na perspectiva da Igreja entendida como comunhão, a universal comunhão dos fieis e a comunhão das Igrejas não são, pois, consequência uma da outra, mas constituem a mesma realidade encarada de perspectivas diversas.
            Cada comunidade eucarística está em presença de Cristo em sua totalidade. Isto exige que uma comunidade não se contraponha, em nome de um Cristo «seu», às demais, porque só há um Cristo. Deste modo se compreende a importância de que todas as Igrejas sejam uma Igreja única, porque Cristo é único. Me parece que, desde um primeiro momento, a constituição mesma da Igreja está feita desta unidade e multiplicidade. Como pode ver-se, a comunhão na Igreja é um ato teológico, não sociológico. Quem transforma o conceito de comunhão em um conceito meramente sociológico comete um erro.
            Além disso, a pertença a uma Igreja particular nunca está em contradição com a realidade de que na Igreja ninguém é estrangeiro (20): especialmente na celebração da Eucaristia, cada um dos fieis se encontra na sua Igreja, na Igreja de Cristo, prescindindo da sua pertença, sob o ponto de vista canônico, à diocese, paróquia ou outra comunidade particular onde tem lugar essa celebração. Neste sentido, permanecendo firmes às necessárias determinações de dependência jurídica(21), quem pertence a uma Igreja particular, pertence a todas as Igreja; já que a pertença à Comunhão, como pertença à Igreja, nunca é somente particular, mas, pela sua própria natureza, é sempre universal(22).
            A unidade ou comunhão entre as Igrejas particulares na Igreja universal, está radicada, afora a mesma fé e o Baptismo comum, sobretudo na Eucaristia e no Episcopado. Sim, ela está radicada na Eucaristia, porque o sacrifício eucarístico, embora se celebre sempre numa comunidade particular, nunca é apenas uma celebração dessa comunidade: esta, de fato, recebendo a presença eucarística do Senhor, recebe o dom integral da salvação e manifesta-se assim, apesar da sua constante particularidade visível, como imagem e verdadeira presença da Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica(23).
Indivisibilidade do Corpo eucarístico
            Efetivamente, a unidade e a indivisibilidade do Corpo eucarístico do Senhor implicam a unicidade do seu Corpo místico, que é a Igreja una e indivisível. Do centro eucarístico surge a necessária abertura de cada comunidade celebrante, de cada Igreja particular: ao deixar-se atrair pelos braços abertos do Senhor consegue-se a inserção no Seu Corpo, único e indiviso. Até por isto, a existência do ministério Petrino, fundamento da unidade do Episcopado e da Igreja universal, está em correspondência profunda com a índole eucarística da Igreja.
            Cabe ressaltar aqui, que unidade da Igreja está também radicada na unidade do Episcopado(24). Do mesmo modo que a própria ideia de Corpo das Igrejas demanda a existência de uma Igreja Cabeça das Igrejas, que é precisamente a Igreja de Roma, a qual "preside à comunhão universal da caridade"(25), assim também a unidade do Episcopado comporta a existência de um Bispo Cabeça do Corpo ou Colégio dos Bispos, que é o Romano Pontífice(26). Da unidade do Episcopado, como da unidade de toda a Igreja, "o Romano Pontífice, enquanto sucessor de Pedro, é perpétuo e visível princípio e fundamento"(27). Esta unidade do Episcopado perpetua-se ao longo dos séculos mediante a sucessão apostólica e é também fundamento da própria identidade da Igreja de todos os tempos com a Igreja edificada por Cristo sobre Pedro e os outros Apóstolos(28).
            O Bispo é princípio e fundamento visível da unidade na Igreja particular confiada ao seu ministério pastoral(29), mas para que cada Igreja particular seja plenamente Igreja, isto é, presença particular da Igreja universal com todos os seus elementos essenciais, constituída, portanto, à imagem da Igreja universal, nela deve estar presente, como elemento próprio, a suprema autoridade da Igreja: o Colégio episcopal "juntamente com a sua Cabeça, o Romano Pontífice, e nunca sem ele"(30). O Primado do Bispo de Roma e o Colégio episcopal são elementos próprios da Igreja universal "não derivados da particularidade das Igrejas"(31), mas interiores a cada Igreja particular. Portanto, "devemos ver o ministério do sucessor de Pedro, não só como um serviço 'global' que atinge cada Igreja particular do 'exterior', mas como já pertencente a cada Igreja particular a partir 'de dentro'"(32). De fato, o ministério do Primado comporta essencialmente uma potestade verdadeiramente episcopal, não só suprema, plena e universal, mas também imediata, sobre todos, quer sejam Pastores ou outros fiéis(33). O facto do ministério do Sucessor de Pedro ser interior a cada Igreja particular é expressão necessária dessa fundamental mútua interioridade entre Igreja universal e Igreja particular(34).
Unidade da Eucaristia e unidade do Episcopado
            Unidade da Eucaristia e unidade do Episcopado com Pedro e sob Pedro não são raízes independentes da unidade da Igreja, porque Cristo instituiu a Eucaristia e o Episcopado como realidades essencialmente vinculadas(35). O Episcopado é um só assim como uma só é a Eucaristia: o único Sacrifício do único Cristo morto e ressuscitado. A liturgia exprime de diversos modos esta realidade, manifestando, por exemplo, que cada celebração da Eucaristia é feita em união não só com o próprio Bispo, mas também com o Papa, com a ordem episcopal, com todo o clero e com todo o povo(36). Toda celebração válida da Eucaristia exprime esta comunhão universal com Pedro e com toda a Igreja ou, como no caso das Igrejas cristãs separadas de Roma, assim a reclama objetivamente(37).
            "A universalidade da Igreja, por um lado, comporta a mais sólida unidade e, por outro, uma pluralidade e uma diversificação, que não obstaculizam a unidade, mas lhe conferem o carácter de 'comunhão'"(38). Esta pluralidade refere-se quer à diversidade de ministérios, de carismas, de formas de vida e de apostolado no interior de cada Igreja particular, quer à diversidade de tradições litúrgicas e culturais entre as diversas Igrejas particulares(39).
            Observemos as Igrejas Católicas de Rito Oriental. A Igreja católica sempre apreciou e respeitou as instituições, os ritos litúrgicos, as tradições eclesiásticas e a disciplina cristã das Igrejas Orientais. Com efeito, ilustres em razão da sua veneranda antiguidade, nelas brilha aquela tradição que vem dos Apóstolos através dos Padres e quê constitui parte do patrimônio divinamente revelado e indiviso da Igreja universal.
            Uma diversidade de ritos na unidade da Igreja, Corpo místico de Cristo, que consta de fieis que se unem organicamente no Espírito Santo pela mesma fé, pelos mesmos sacramentos e pelo mesmo regime. Juntando-se em vários grupos unidos pela Hierarquia, constituem as igrejas particulares ou os ritos. Entre elas vigora admirável comunhão, de tal forma que a variedade na Igreja, longe de prejudicar-lhe a unidade, antes a manifesta. Pois esta é a intenção da Igreja católica: que permaneçam salvas e íntegras as tradições de cada igreja particular ou rito. E ela mesma quer igualmente adaptar a sua forma de vida às várias necessidades dos tempos e lugares (40).
Promoção da unidade
            A promoção da unidade que não obstaculiza a diversidade, como também o reconhecimento e a promoção duma diversificação que não impede a unidade mas até a enriquece, são tarefas primordiais do Romano Pontífice para toda a Igreja(42) e, salvo o direito geral da própria Igreja, de cada Bispo na Igreja particular confiada ao seu ministério pastoral(42). Mas a edificação e salvaguarda desta unidade, à qual a diversificação confere o carácter de comunhão, é também tarefa de todos na Igreja, porque todos são chamados a construí-la e a respeitá-la em cada dia, sobretudo mediante a caridade que é "o vínculo da perfeição"(43).
            Cabe compreender que a comunhão eclesial nas relações que se dão entre a Santa Sé e as Igrejas locais não se trata só de cultivar relações corretas entre a Cúria romana e as Igrejas locais, mas também e sobretudo de favorecer a unidade e a multiplicidade que é a Igreja. As Igrejas locais devem viver suas especificidades culturais e históricas integrando-as na unidade do conjunto, abrindo-se à contribuição fecunda das demais Igrejas, de maneira que nenhum empreenda caminhos que as demais não reconheçam. A Cúria romana, que ajuda o Santo Padre em seu serviço à unidade, tem a função de promover esta compenetração entre as Igrejas locais para que as diversidades se convertam em uma realidade polifônica, na qual vivem unidade e multiplicidade.
            Na complexidade do rosto da Igreja, é muito importante preservar a singularidade das suas diferentes e legítimas forças, as sensibilidades pastorais, as peculiaridades regionais, as memórias históricas, as riquezas das peculiares experiências eclesiais. O Pentecostes permite que todos escutem na própria língua. Por isso, é importantíssimo procurar com perseverança a comunhão eclesial, na verdade e na caridade. Nunca se cansar de construir pontes através do diálogo franco e fraterno, condenando assim como uma peste os projetos escondidos.
            Papa Francisco pronunciou as seguintes palavras durante o discurso que dirigiu aos participantes da Jornada A comunhão da Igreja: memória e esperança para o Haiti, cinco anos depois do terremoto, que recorda o terrível terremoto que assolou o país: “A comunhão testemunha que a caridade não é somente ajudar o outro, mas é uma dimensão que permeia toda a vida e rompe todas as barreiras do individualismo que nos impedem de nos encontrar. A caridade é a vida íntima da Igreja e se manifesta na comunhão eclesial. Comunhão entre os Bispos e com os Bispos, que são os primeiros responsáveis pelo serviço de caridade. Comunhão entre os diversos carismas e as instituições de caridade, porque nenhum de nós trabalha por si mesmo, mas em nome de Cristo, que nos mostrou o caminho do serviço. Seria uma contradição viver a caridade separados. Isto não é caridade. A caridade é um corpo, sempre. Vos convido por isto a reforçar todas as metodologias que permitem trabalhar juntos”.
            Portanto, devemos - acima de tudo - manter a caridade; afim, de que se cumpra o desejo do nosso Divino Salvador que quer “que todos sejam um” (Jo 17,21); isto é, que todos vivamos em comunhão e formemos um Único Corpo Místico de Cristo, Imaculado e Indivisível. Para tanto, é indispensável que sejamos impulsionados por aquele mesmo desejo de sacrifício e santidade que animou tantos santos: consagrar-se totalmente aos interesses da Igreja.