CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Demissões em cargos comissionados podem ocorrer na Prefeitura. Segundo apuramos uma lista está sendo preparada.

Uma fonte próxima ao Poder Executivo nos garantiu que o Prefeito Municipal, seja por inoperância de alguns servidores ocupantes de cargos de chefia seja pela necessária redução do custo da folha por conta da retenção de recursos do Município pelo Estado será obrigado a demitir. A fonte garantiu que há uma lista pronta  porém não definitiva e nela entram e saem nomes. Segundo apuramos, o Prefeito tem uma chance de fazer do "limão uma limonada" já que estando com poucos recursos financeiros poderia se livrar de verdadeiros vampiros que só estão na administração em prol do salário, mas sem qualquer interesse em se dedicar para que honrar a confiança que receberam do Poder Executivo. Outros estão empregados em função de confiança por imposição política o que é natural. Não é natural no entanto que o "padrinho" político de tal servidor, não tenha conhecimento suficiente na cidade para entender que o afilhado é pessoa das mais antipatizadas em Além Paraíba é uma unanimidade ao contrário: Não se encontra quem o admire e é farto o número de quem o detesta pela arrogância que lhe é natural. Outros nomes que estariam na esperada lista são de pessoas que se aproveitaram da amizade grande com o Prefeito para obterem suas chefias mas parecem ter se esquecido que amigo pode trabalhar na administração, MAS PRECISA TRABALHAR afinal é próximo de quem lhe deu a oportunidade. O Prefeito Miguel Júnior segundo consta, tem enorme dificuldade de proceder com demissões. De fato, não é das situações mais agradáveis no entanto, numa gestão em que as dificuldades financeiras estão ocorrendo por culpa da crises financeiras estadual e federal, não haverá outra saída. Politicamente poderá a medida desagradar aos que forem por ela afetados mas certamente darão novo gás a administração municipal para que esta possa estar mais ativa e mais afinada com as necessidades da população, tornando assim mais fácil uma possível reeleição. Quanto aos que forem eventualmente demitidos, se tal coisa ocorrer, haverá o choramingar de sempre e o exonerados certamente buscarão "encosto" em outros grupos políticos para que em 2020 voltem a grudar vampirescamente na teta da mamãe Prefeitura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.