CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

sábado, 8 de setembro de 2018

Editorial: Porque blindam tanto o Prefeito quando ele se comunica tão bem.

As dificuldades financeiras que não foram causadas por incompetência ou má gestão na atual administração poderiam e deveriam estar sendo compartilhadas fortemente com a população. É o povo que em última instância julga seus governantes quando vota. Quando o Prefeito Miguelzinho fala, usa de uma sinceridade que convence. Parem de blindar o Prefeito e deixem-no falar! Parem de blindar o Prefeito e deixom-no ir para as ruas. O grande problema do atual Governo Municipal é a pouca comunicação que está havendo entre o Prefeito e povo. Cercado por algumas pessoas, não resta dúvida bem intencionadas mas não resta dúvida, neófitas na política, o Prefeito vem sendo blindado equivocadamente. E não adianta dizer que não é assim porque assim vem acontecendo. O político depende de voto e voto depende de convencimento. Outro equívoco fenomenal é imaginar que rede social ganha eleição. Se a rede social tivesse tanto poder para mudar um resultado, eu mesmo não teria sido eleito e reeleito, cumprido 3 mandatos com as expressivas votações que tive. Haviam adversários que pintaram e bordaram comigo nas redes sociais em 2004, muito em 2008 e mais ainda em 2012. Ganhei as 3 eleições. Por mais que se divulgue as ações de um governo numa rede social, COMPROVADAMENTE por dados que tenho acesso, 28 por cento da população Alem-paraibana acessa a rede social diariamente. Os outros 72 por cento ficam sabendo das notícias primeiro pelo Rádio, em seguida por jornais locais e só depois por redes sociais. A dinâmica da rede social é grande. Milhares de postagens acontecem ao mesmo tempo e nem sempre se vê o que quem publica espera seja visto. Infelizmente alguns próximos do Prefeito, que repito, NUNCA TIVERAM UM VOTO POR NUNCA TEREM SE CANDIDATO A NADA, acham que a comunicação eficiente de uma gestão é aquela que acontece nas redes sociais. Tolos arrogantes! Semana passada o Prefeito esteve na Rádio, em meu programa e concedeu uma entrevista sobre a grave crise econômica que o Município atravessa. Miguelzinho mais uma vez mostrou facilidade ao falar, explicou tudo com linguagem simples, sem o o uso de rebuscadas notas. Deu seu recado e posso garantir que muitos que o ouviram passaram a ter certeza de que o problema financeiro da Prefeitura não foi causado pelo Prefeito nem por sua gestão. A eleição de Miguelzinho não se deve a escolha de seu vice, não se deve a partidos inexpressivos cujos "donos" queriam mesmo era uma vaguinha num cargo de chefia e ouso dizer, nem mesmo o apoio dos Varella foi relevante. Miguelzinho ganhou as eleições e ganharia de qualquer jeito porque tem carisma, história política escrita por seu Pai e convenhamos, a administração anterior não foi das melhores. O que o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior precisa deixar de ser é um tanto quanto humilde demais e lembrar que o capital político é dele e que daqui há 2 anos, muitas das pessoas que hoje o certam e o prejudicam pela inércia ou por afastá-lo do povo, serão os primeiros a pular fora do barco se as coisas não estiverem numa maré boa. Poucos ficarão. O que pretendo nesse Editorial é alertar o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior, em quem confio, em quem acredito que ele precisa falar, porque fala bem, porque sabe explicar e principalmente porque passa credibilidade no que fala. Nos momentos bons e nos momentos ruins, o povo quer ouvir seu Governante e o Governante chama-se Miguel Belmiro de Souza Júnior, apesar de alguns acharem que o são também. Miguelzinho fale mais, explique mais, não permita que tirem de você sua maior qualidade: Ser sincero. 
Dauro Machado  - Editor do Jornal A Gazeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.