CHEGAMOS A 1.000.000

CHEGAMOS A 1 MILHÃO DE ACESSOS. OBRIGADO;

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

É gravíssima a situação financeira do Asilo Ana Carneiro. Presidente da Entidade diz que não sabe o que fazer com a falta de recursos.

A Presidente do Asilo Ana Carneiro, entidade com mais de 100 anos que abriga idosos em Além Paraíba conversou longamente com a reportagem do Jornal A Gazeta e afirmou que a situação da instituição é gravíssima do ponto de vista financeiro. Segundo a Advogada que assumiu a presidência do Asilo com o falecimento do presidente Ivo Regazio, 83 idosos abrigados e uma lista de mais de 40 aguardando vaga. A principal fonte de custeio do Asilo atualmente é o "salário mínimo" que a maioria dos idosos recebem e repassam para a entidade. O valor arrecadado chega perto de 75 mil Reais por mês, bem abaixo do que o Asilo gasta para manter sua estrutura funcionando. Segundo a Dra. Maria Helena os gastos do Asilo são enormes. Para se ter uma noção, diariamente o Asilo gasta 8 quilos de arroz, 6 quilos de feijão, 8 quilos de carne (de segunda), 6 quilos de açuçar, 4 quilos de macarrão, 2 quilos de café, 38 litros de leite e 180 pães. Mensalmente o Asilo consome 4.200 fraldas (tipo mais inferior) já que a maioria dos idosos são "trocados" quatro vezes ao dia. A conta mensal da farmácia ultrapassa 15 mil Reais, a conta de água chega a 9 mil Reais, a folha de pagamento e as obrigações sociais são altas já que a instituição funciona 24 horas por dia com equipes multidisciplinares num total de 30 funcionários. A Advogada afirma que esse ano não recebeu qualquer subvenção da Prefeitura Municipal e que alguns benfeitores ajudam a entidade com doações que não podem ser consideradas com certas já que ocorrem na medida em que cada pessoa que ajuda tem disponibilidade para fazer. A Advogada Maria Helena Barbosa de Oliveira afirmou ainda que o material de higiene e limpeza também tem custos elevados e não ela não sabe o que vai acontecer no futuro com a instituição. O mandato de Maria Helena na Presidência do Asilo termina em abril do próximo ano. Ela afirmou que não tem qualquer vaidade pessoal em ser reeleita mas que lamenta se a entidade cair em mãos erradas já que é necessário pulso firme para gerir os parcos recursos da Instituição. Fundado por Ladário de Faria, o Asilo Ana Carneiro vive sua maior crise financeira. Os governos estadual e federal também não repassam valores. A Advogada abriu mão de parte de sua vida pessoal e profissional para se dedicar ao Asilo Ana Carneiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.